Artigos LEC | LEC cria divisão independente para certificar os profissionais de Compliance no Brasil e na América Latina
11622
single,single-post,postid-11622,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

LEC cria divisão independente para certificar os profissionais de Compliance no Brasil e na América Latina

As responsabilidades de um compliance officer são gigantescas e demandam, além de certas características pessoais como maturidade e boa capacidade de discernimento, uma base solida de conhecimento técnico bastante especializado. É a união entre essas características pessoais com o estofo técnico que permitem ao profissional de compliance enfrentar os desafios no dia a dia dos negócios.

Nesse cenário, como distinguir um compliance officer de fato, que domina as principais demandas da área e que está verdadeiramente pronto para encarar o desafio, de alguém que até se interessou pela área pelo potencial de “empregabilidade”, mas que ainda não tem condições de assumir uma posição de senioridade, como é o caso de um compliance officer?

Para atender a uma demanda antiga dos profissionais por certificações independentes, a LEC (Legal, Ethics & Compliance), principal referência em educação e informação sobre compliance no Brasil, criou o Lec Certification Board (LCB).

Instituição de certificação de pessoas constituída de acordo com as orientações dos órgãos reguladores brasileiros e internacionais, o LCB é uma divisão independente da LEC. Ela está apta para avaliar as competências e habilidades dos profissionais da área em diferentes modalidades e níveis de complexidade.

 

Sob medida para o Brasil

No universo global do compliance existem entidades que certificam profissionais em temas como fraudes, riscos e compliance corporativo, caso da Society of Corporate Compliance & Ethics (SCCE).

Mas o LCB é a primeira das certificadoras da área de compliance a conceber uma certificação a partir da realidade brasileira. Isso faz toda a diferença, uma vez que ela permite uma adequação coerente com o funcionamento das instituições e do ambiente de negócios daqui. A primeira certificação do LCB, Certificação Profissional em Compliance Anticorrupção, ou CPC-A, está focada na Lei Anticorrupção brasileira.

 

Bom para o profissional. Bom para as empresas

Verificar as competências e habilidade do profissional de forma independente, como é o caso das certificações profissionais, oferece uma série de benefícios diretos e indiretos.

Para os profissionais, a certificação assegura mais valorização no mercado por ser emitida por um órgão independente e amplamente reconhecido dentro da comunidade de compliance, como é o caso da LEC.

Ter obtido a certificação uma vez, também não quer dizer que ela valerá para sempre. Pelo contrário. Periodicamente, o profissional precisará realizar testes para manter o seu status de profissional certificado, o que é extremamente importante já que obriga o profissional a se manter em dia com o que existe de novo no mercado de compliance, uma área dinâmica e mutável por natureza. Além disso, ser certificado também eleva o status do profissional, alçando-o a um grupo de elite entre os profissionais da área.

Já para as empresas, contratar um profissional certificado por um organismo independente oferece a segurança de que ele possui as habilidades e competências básicas para exercer a função para a qual foi certificado.

Em meio à recente explosão de demanda por profissionais de compliance, muitas empresas acabam por contratar pessoas com pouca experiência na área para assumir funções críticas e para as quais não têm o mínimo preparo. Portanto, uma certificação local passa a ser um diferencial importante na hora de encontrar o melhor candidato. Mas não é só isso. Contar em seus quadros com profissionais certificados em prevenção e combate à corrupção reflete um alinhamento com as novas expectativas do mundo corporativo sobre integridade, ética e o comprometimento da companhia em executar um programa de compliance de maneira efetiva.

 

Processo simples e fácil

Para tornar mais fácil o processo de certificação, o LCB estabeleceu uma parceria com a FGV Projetos. É ela que aplica os exames de certificação, que podem ser realizados em mais de 180 Centros de Testes espalhados pelo Brasil, na data mais conveniente para o candidato.

A prova consiste na aplicação de um teste com 70 questões, escolhidas aleatoriamente pelo sistema da FGV Projetos, a partir de um banco de dados com centenas de questões relacionadas com a área de compliance, criadas pelo LCB.

Além das certificações, o LCB também reúne grupos de estudo e discussão para promover a cultura de compliance no ambiente de negócios do Brasil e da América Latina.

Os interessados em se habilitar para o exame de CPC-A, do LCB, precisam ter nível superior completo.

Você pode baixar o manual do candidato e realizar sua inscrição clicando aqui.